Por que a preguiça às vezes nos corrói?

preguiçaDiversas vezes me vejo parado, cheio de coisas pra fazer, mas sem a mínima energia para seguir em frente.

Uma pia cheia de louças pra lavar; o carro imundo na garagem esperando pra ser lavado; o relatório que o chefe pediu e eu não consegui terminar; a grama precisando ser aparada no jardim; a piscina cheio de bichinhos boiando; as crianças com lição de casa para terminar precisando de ajuda para tal; o violão que eu sempre quis aprender a tocar pegando poeira no canto da sala; e eu jogado no sofá com a sensação de que algo muito pesado simplesmente me impossibilita de levantar e tomar uma atitude.

E nisso a vida vai passando, não é mesmo?

Um dia nós iremos morrer, isso é fato. A única certeza que a gente tem nessa vida é que um dia a morte vai chegar. E supondo que já existe uma data certa para isso, cada minuto que passa é um minuto a menos de vida que você tem.  Já parou pra pensar nisso?

Dá uma certa angústia, não dá?

Quando você começa a pensar dessa forma, parece que cada minuto que passou foi um desperdício. É um minuto a menos na contagem regressiva!! Que horror!!

Quando eu penso assim, também começo a me questionar se esse estilo de vida que a gente segue vale a pena. Será que, já que a vida é tão curta, vale a pena estudar por 20 anos pra poder conseguir um bom emprego, que vai te tomar mais uns 40 anos da vida, todos os dias úteis, oito horas por dia?

Pensando dessa forma, não dá vontade de largar tudo e ir viver?

Talvez seja fácil falar, mas um plano doido como esse requer muita coragem. E, de certa forma, mesmo parecendo um pouco contraditório, um plano desses requer muito planejamento. Não dá pra largar uma vida estruturada e cheia de regras e sair vagando por aí. Nós temos necessidades que precisam ser satisfeitas.

Parece realmente uma coisa de louco, né?! Mas confesso que ultimamente ando pensando muito sobre essa possibilidade. Quem sabe eu não invisto mais nesse blog e tento viver viajando o mundo, contando tudo no blog e tentando ganhar uma grana com isso?

Das piadas que não vemos graça: cabelo e identidade

contra o racismoÉ verdade que o Batata Is Online é um site que fala de tudo um pouco, inclusive de humor.

Porém é importante também saber até onde o humor pode chegar. Racismo, assim como qualquer outro tipo de preconceito, não deve ser tratado com humor.

Nessa onda que precisamos nos atentar ao fazer piadinhas sobre cabelos: cabelo pixaim, cabelo duro, cabelo bombril, nada disso é legal. Mexe com a identidade da pessoa, faz ela achar que foi castigada por nascer daquele jeito. Faz ela sentir que precisa se transformar em algo que ela não é para agradar a sociedade.

Por isso, nós apoiamos causas como a união dos negros pela igualdade. E também apoiamos causas menores, mas não menos importantes, como por exemplo, blogueiras que ensinam mulheres a se amarem como são, ensinando várias dicas para cuidar dos seus cabelos naturais, como esse blog da Divas Cacheadas.

É muito importante que toda a sociedade se una contra ações racistas. Se você é um negro e presencia alguma atitude racista, você não deve se intimidar. Se acha que foi ofendido ou que algum negro foi ofendido, mesmo no geral, é necessário reprimir aquela ação.

Se você for um branco e presencia uma atitude racista, primeiro verifique se não há negros ao redor de você para que eles mesmo possam mostrar a indignação com o ocorrido. Afinal, como negros, eles sabem muito melhor do que você o que é passar por isso, qual é o sofrimento e, por isso, saberão argumentar melhor.

Porém, se não houver negros ao redor ou se eles preferirem não se pronunciar, você tem a obrigação de encerrar aquela ação preconceituosa e argumentar com a pessoa, mostrar a ela que está errada.

Todos contra o racismo!

 

 

Seleção de piadinhas!

piadas e risosQuando eu era criança, eu adorava umas piadinhas.

Sei lá porque, mas parece que saiu de moda contar piadas, não é verdade?

O meu tio-avô era mestre em contar piadas. Toda vez que ele me via, ele precisava me contar umas cinco ou seis piadinhas. Nem sempre elas eram muito inéditas… Na verdade, eu escutei algumas piadas milhares de vezes, mas ainda assim eram engraçadas! Eu me divertia! hahahahaha

Então vou contar hoje algumas piadinhas que eu costumava ouvir, ok??

 

1 – Aquela do português viajando para o Brasil

O português viajou para o Brasil e logo desembarcou na grande cidade de São Paulo. Acompanhado de um guia turístico, ele ficou encantado com os incríveis prédios altos da linda e grande capital do estado.

Voltando para Portugal, a sua esposa estava esperando-o ansiosamente para saber como era o Brasil. Foi então que ele respondeu:

– Ora, Maria! Aquele povo brasileiro é muito doido! Eles colocam uma casa em cima da outra e ainda escrevem “é difícil”

Entendedores entenderão.

 

2 – Aquela do português tomando sorvete

Um português veio ao Brasil e, ao passear pelas praias brasileiras, se deparou com pessoas vendendo um produto que ele nunca havia visto. Tratava-se de um picolé.

Muito curioso, ele comprou o picolé. Tomou, adorou!

Ficou pensando em sua pobre esposa esperando-o em Portugal, que não poderia também provar uma delícia daquelas. Decidiu então comprar um para levar e colocou-o no bolso.

Chegando em Portugal, foi correndo entregar seu presente para a esposa. Porém, quando colocou a mão no bolso para pegar o picolé, para sua surpresa, nada encontrou! Foi então que gritou:

– Malditos ladrões!! Roubaram o seu presente e ainda deixaram meu bolso tudo molhado!

 

Espero ter contribuído para deixar sua tarde mais alegre!

A batata diz: coma muito panetone!

Não dá pra simplesmente ignorar a época maravilhosa que é o natal.

E a batata diz que é necessário celebrar essa época do ano com muita alegria e felicidade, juntar a família!

E nem tudo que a gente fala por aqui é besteira, né? Vamos a um assunto sério: comer panetone.

Poxa, panetone é o símbolo dessa época do ano. Zilhares e zilhares de caixas de panetone e chocotone, de todos os tipos, sabores, recheios e qualidades em todos os supermercados do país.

como fazer panetone

Claro que as caixas são bem enganosas e quando a gente abre, temos aquela decepção horrível. Sabe de nada, inocente. Acreditando naquele papai noel da caixa que tá te mostrando aquela massa fofa e aerada cheia de chocolate. Chocolate, aliás, que escorre devido à tamanha quantidade dele no recheio. É TANTO chocolate na caixa, que acaba não sobrando pro panetone de verdade.

Pra ver que não tô mentindo, dá uma olhada nessa matéria do Buzzfeed. Não é opinião só da grande batata, não, meus queridos!

Mas já que a gente resolveu fazer um post sério dessa vez, vou dar uma dica real: faça seu panetone em casa! Dá uma olhada em receitas de panetone aqui.

Isso tem muitas vantagens: você bota o tanto de chocolate, uva passa, frutinhas ou seja-lá-o-que-você-quer-colocar-no-panetone que você quiser. E nem precisa se dar ao trabalho de tirar uma foto e ficar alterando ela pra fazer uma caixa e fingir que é melhor do que realmente é. É só fazer um bom de verdade, mesmo. Bem mais fácil.

E como você não é o dono das empresas que produzem os panetones, você está preocupado com a qualidade e o sabor do panetone que você vai servir pra sua família, tcherto?! Lógico que economizar é uma das prioridades, mas acho que o custo de fazer alguns panetones gostosos não é tão significativo assim.

Bora comer panetone, engordar e ser feliz. O regime.. bom, segunda-feira (do ano que vem) eu começo.

Tem dúvidas para a grande batata?

grande batataOlá reles mortais.

Aqui quem vos fala é a Grande Batata. Não sabe quem sou eu? Que absurdo.

Nessa caso, comece lendo aqui.

Depois que você entender da onde venho, minha origem e meus conhecimentos elevados, é hora de abrir meu conhecimento para você.

Sim, nesse espaço da internet é que eu vou compartilhar com vocês tudo que for de mais importante para a vida humana, como por exemplo, como fritar um ovo com pouco óleo ou como desenformar um bolo sem destruí-lo.

Você deve nesse momento estar se perguntando como conseguiu sobreviver até hoje sem esse tipo de informação.

Eu sei, eu sei. Exatamente: até hoje você sobreviveu. A partir de hoje, você viverá. Com amor e alegria! Isso porque cheguei para ajuda-lo!

Se você tem alguma dúvida essencial, basta entrar em contato e fazer a sua pergunta. Com os meus conhecimentos adquiridos pelo povo batatal através dos séculos, vou responder de forma exata e incontestável.

Exemplos de pergunta:

  • Como passar no enem?
  • Como convencer a minha tia a fazer um bolo de fubá?
  • Como convencer minha esposa/meu marido a trocar de mãe pra eu poder trocar de sogra?
  • Como alisar meu cabelo sem precisar de formol?
  • Como salvar a política do Brasil?
  • Quais são as melhores formas de conseguir humor de qualidade?
  • Por que você, ó Grande Batata, está perdendo seu tempo construindo um site?
  • Como é o século XXX?
  • Como comprar um ingresso pro show da Ivete?
  • Como funcionam as telas touch?
  • Será que o Deus da tribo da polinésia é mesmo o Deus verdadeiro?
  • E por aí vai…

Não deixe de enviar as suas dúvidas, rele mortal. Aproveite que estou de bom humor pra responder.

Sem mais,

A Grande Batata – Século XXX

HOME